Antonio Hugo

Ser romântico, é ter a certeza, de que vale a pena amar; amar a todos, e a tudo o que for bom.

Textos






“REFÚGIO DE QUIMERA”.
             (Soneto).

 
 

Se foi de mim um pedaço
Do corpo e de minha vida,
Quando a saudade do abraço
Deixa minha alma ferida.
 
O referido percalço...
Que levou a mais querida,
Desatando aquele laço
Apressando a despedida.

 
Hoje noites irrelevantes
Nem sombra dos ternos instantes,
Com cheiro de primavera.
 
E a cama dos dois amantes
Não é macia igual antes,
É um refúgio de quimeras!





Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 05/04/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras